Fundo Garantidor quer auxiliar empresas de tecnologia na captação de recursos financeiros em SC

Voce está em :Home-ACATE, Negócios-Fundo Garantidor quer auxiliar empresas de tecnologia na captação de recursos financeiros em SC

Fundo Garantidor quer auxiliar empresas de tecnologia na captação de recursos financeiros em SC

Iniciativa garante até 80% do crédito para PMEs que necessitam de linhas de capital de giro e investimento, explica Marcos Lichtblau (foto), vice-presidente de Finanças da Acate, entidade que lidera o projeto e fará lançamento nesta quinta (26.03).

Iniciativa garante até 80% do crédito para PMEs que necessitam de linhas de capital de giro e investimento, explica Marcos Lichtblau (foto), vice-presidente de Finanças da Acate, entidade que lidera o projeto e fará lançamento nesta quinta (26.03). / Foto: Divulgação Acatw


[FLORIANÓPOLIS, 26.03.2020]
Redação SC Inova, com informações da Assessoria de Imprensa

A Associação Catarinense de Tecnologia (Acate) lança nesta quinta-feira, 26.03, uma iniciativa para auxiliar empresas de tecnologia de pequeno e médio porte na garantia de crédito para acessarem linhas de financiamento para capital de giro, investimento ou uma composição entre ambos. 

O Fundo Garantidor terá valor inicial em torno de R$ 1,5 milhão, podendo alavancar até R$ 9 milhões neste primeiro momento. Os recursos serão viabilizados por meio de parceria da Acate com as Sociedades Garantidoras de Crédito GaranteNorte-SC e GaranteOeste-SC, com apoio do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e do Sebrae/SC. O evento de lançamento será às 16h, com transmissão pelo canal da Associação no YouTube.

“É uma reivindicação muito antiga do setor, que nesse momento se torna ainda mais importante, porque a falta de um fundo garantidor sempre foi um dos principais fatores que limitam o acesso a crédito aos nossos empresários”, explica Marcos Lichtblau, vice-presidente de Finanças da Acate. “As instituições financeiras sempre solicitam garantias, mas no setor de tecnologia, que tem o capital intelectual como principal ativo,  muitas vezes há dificuldades de compor garantias para o financiamento”. 

Para ter acesso ao fundo é preciso ser associado à Acate há mais de seis meses, com atuação empresarial e faturamento há mais de 12 meses, além de estar em dia com suas obrigações sociais junto à entidade. As cartas de garantia de crédito concedidas às empresas associadas serão no percentual máximo de 80% do valor da operação de crédito, até o limite de R$ 100.000,00 por CNPJ associado. 

“Não é um recurso que vai ser emprestado, é um recurso que garantirá os empréstimos tomados pelo empresário, sem que ele tenha que compor garantias com bens, com aval ou com seguro de crédito. Além disso, também vamos ajudar a reduzir as taxas de juros obtidos junto a essa garantia, pois para a instituição que está concedendo o empréstimo existe muito menos risco. É uma ação estruturante, é um retorno que os empresários que estão instituindo esse fundo fazem ao ecossistema de tecnologia catarinense”, destaca Lichtblau. 

Os prazos máximos para parcelamento das operações de crédito são de 36 meses para capital de giro, 48 meses para investimento misto e 60 meses para investimento puro.

O Fundo Garantidor Acate não oferece o crédito, mas garante até 80% da operação, que pode ser contratada com qualquer concedente de crédito. Algumas referências de instituições que já trabalham com esse tipo de fundo são o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), com o FGI (Fundo Garantidor para Investimentos), e o Sebrae com o FAMPE (Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas). 

A instituição do FGA foi possível com a contribuição financeira de empresas associadas como Audaces, Automatisa, Blendus, Brasilrad, Cebra, Cianet, DOT Digital Group, Jexperts, JXS, Neoway, Grupo Nexxera, Paradigma, Pixeon, Poligraph, Softplan, Specto, Teltec Solutions, Visto Sistemas, Wavetech e Way2.

REQUISITOS PARA TER ACESSO AO FUNDO:

  • Ser associado à ACATE há mais de seis meses;
  • Com atuação empresarial e faturamento há mais de 12 meses;
  • Estar em dia com suas obrigações sociais junto à ACATE.

VALORES E PRAZOS:

  • As cartas de garantia de crédito concedidas às empresas associadas serão no percentual máximo de 80% do valor da operação de crédito, até o limite de R$ 100.000,00 por CNPJ associado
  • Os prazos máximos para parcelamento das operações de crédito são de:
    • 36 meses para capital de giro; 
    • 48 meses para investimento misto
    • 60 meses para investimento puro.