Fab Lab Joinville terá novo laboratório industrial de prototipagem no Ágora Tech Park

Voce está em :Home-Inovadores, Joinville-Fab Lab Joinville terá novo laboratório industrial de prototipagem no Ágora Tech Park

Fab Lab Joinville terá novo laboratório industrial de prototipagem no Ágora Tech Park

Grupo que estimula cultura maker quer fortalecer conexão com acadêmicos e ecossistema com sede no parque tecnológico de Joinville.

Com uma trajetória de 15 projetos de divulgação tecnológica e 120 eventos realizados, grupo que estimula cultura maker quer fortalecer conexão com acadêmicos e ecossistema de tecnologia. / Foto: Divulgação FabLab Joinville


[JOINVILLE, 18.11.2021]
Por Lúcio Lambranho, especial para Agência SC Inova

Durante dois anos, eles ensinaram programação para crianças em parceria com a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). Logo no começo da pandemia, organizaram a comunidade de impressão 3D de Joinville com 80 pessoas de empresas que aceleraram a produção de 1,5 mil EPIs do tipo face shields entregues ao uso dos profissionais de saúde dos hospitais da cidade. No mesmo esforço local de combate ao Coronavírus, apoiaram a comunidade de desenvolvimento de software de Joinville na criação de um aplicativo para organizar o agendamento de vacinação da cidade, o Agenda Saúde, que agora segue em desenvolvimento pela Prefeitura de Joinville.

Com uma trajetória de 15 projetos entregues, 120 eventos realizados e o impactando mais de 5 mil pessoas, o Fab Lab Joinville vai profissionalizar suas ações e ganhar um novo laboratório até o final do ano no Ágora Tech Park, o que representa uma nova fase para a história de cinco anos do projeto, completados na metade de 2021.

“Ter um laboratório em nível industrial, não só com ferramentas de robismo, mas profissionais para prototipagem. Estar no ambiente do Perini Business Park, conectado ao Ágora Tech Park, aumenta bastante as possibilidades do que a gente pode fazer. Dentro da estratégia do Ágora, estamos indo para lá porque a gente é uma porta de entrada dos acadêmicos e universitários ao ecossistema de inovação”, explica Alan Rafael Fachini, presidente da associação do Fab Lab Joinville.

Segundo Fachini, o novo espaço será um lugar de interação dos jovens ligados em tecnologia da região que poderão, por exemplo, ter seus projetos e empresas graduadas ou incubadas pelo Softville Ágora, unidade da incubadora Softville localizada no parque tecnológico Ágora Tech Park e que conta com metodologia da Associação Catarinense de Tecnologia (Acate) e apoio do Sebrae/SC.

O Fab Lab Joinville também já despertou o interesse das empresas do parque para usarem os novos equipamentos de prototipagem do laboratório em seus projetos. A Pixida, braço da multinacional no Brasil de sistemas de mobilidade que tem sede em Joinville, foi a primeira a aderir ao novo espaço. A empresa fechou parceria com o Lab Fab por meio do patrocínio do laboratório de eletrônica com a contrapartida de uso dos equipamentos em 2022 para desenvolvimento dos seus projetos. 

Aplicativo para organizar a imunização de grupos prioritários desenvolvido pela equipe do FabLab Joinville.

“O Fab Lab vai potenciar o desenvolvimento de produtos e tecnologias destas empresas. A nova estrutura vai possibilitar a prototipagem em nível de indústria e um laboratório nos padrões mundiais da rede Fab Lab com os novos equipamentos”, diz o presidente da Associação ao lembrar do grupo de laboratórios que reúne mais de 1.500 espaços de prototipagem em todo mundo que seguem a metodologia desenvolvida dentro do Massachusetts Institute of Technology (MIT). “Nossa expectativa é que sejam projetos de maior complexidade, especialmente em prototipação de novos produtos”, completa o presidente da associação.

Além do espaço físico no Ágora, o Fab Lab Joinville vai continuar produzindo projetos com seus associados, que incluiu eventos e treinamentos para as comunidades de tecnologia, grupo que já reúne mais de 3.800 profissionais do setor na região. “Acreditamos que dentro do parque poderemos fazer um bom trabalho para mobilizar os nossos eventos e treinamentos interagindo com o ecossistema de inovação em Joinville”, acredita Fachini. 

“O FabLab fortalece o ambiente criativo do parque tecnológico, pois ele une essa visão fora da caixa do empreendedorismo inovador com a prática, a mão na massa, e entregas para a comunidade”, ressalta Ricardo Fantinelli, coordenador de Inovação do Ágora Tech Park.

O senso de engajamento social, tão forte na cultura maker, “traz uma troca de experiência e aprendizado que ainda não tínhamos, mesclando engenheiros, designers, artesãos e programadores, entre outros profissionais e entusiastas. É como desenvolver uma nova trilha de inovação dentro de um ambiente já voltado à inovação. Isso dará um salto como potencial de projetos para o ecossistema”, comenta. Algumas empresas já entraram em contato com o FabLab para buscar parcerias e desenvolver ideias e produtos.

MANUFATURA DE FOGUETES  

O grupo movido pela cultura maker no norte de Santa Catarina também dá apoio ao Kosmos Rocketry, uma equipe de competição de foguetes dos alunos do curso de Engenharia Aeroespacial da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). 

O Fab Lab Joinville e o Kosmos Rocketry tem uma parceria desde agosto de 2020. O grupo formado por 25 alunos da Engenharia Aeroespacial da UFSC usou a estrutura do laboratório para manufaturar, projetar e construir todos os projetos, que inclui a produção de cinco foguetes. 

O maior projeto da Kosmos é o VLK-1, um foguete que está sendo feito em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB). Por meio de um edital da Fundação de Ciência, Aplicações e Tecnologia Espaciais (Funcate), a Kosmos recebeu R$ 10 mil  em materiais para a construção desse foguete. 

“Por meio do Fab Lab fizemos parceria com a Slim3D para aplicação diferenciada dos materiais 3D em tecnologia aeroespacial, mas um dos pontos importantes também é que o espaço permite o contato com outras empresas o que ajudou muito a equipe a entrar no Ágora e realizar reuniões nas salas do MOB e eventos”, explica João Pedro Golynski, capital da equipe de desenvolvedores do Kosmos.

No final de outubro, a Kosmos recebeu a autorização para participar da maior competição de foguetes universitários do mundo, a Spaceport America Cup – SAC, que acontece em junho de 2021 no estado do Novo México, nos Estados Unidos. A Kosmos também prepara o lançamento de seu projeto VLK-1 no ano que vem. “Poucas equipes brasileiras conseguiram este feito, e é por tudo isso que a Kosmos precisa da ajuda da comunidade e do Fab Lab para levar o nome de Joinville aos Estados Unidos em um foguete”, diz Golynski.