Effecti, de Rio do Sul, cria plataforma para ajudar empresas a vender para o setor público

Voce está em :Home-Inovadores, StartupSC-Effecti, de Rio do Sul, cria plataforma para ajudar empresas a vender para o setor público

Effecti, de Rio do Sul, cria plataforma para ajudar empresas a vender para o setor público

Com clientes como Johnson&Johnson, Brinks e várias MPEs, startup catarinense desenvolve soluções para identificar editais abertos e disputar lances. Na foto, Everton Porath, Fernando Salles e Lenilson Porath.

Com clientes como Johnson&Johnson, Cremer e várias MPEs, startup catarinense desenvolve soluções para identificar editais abertos e disputar lances. Na foto, Everton Porath, Fernando Salla e Lenilson Porath. / Crédito: Divulgação

 

Em 2018 o governo brasileiro gastou quase R$ 90 bilhões em licitações, compras que envolvem desde material para construção civil até grampos de papel. É neste mercado que a Effecti, startup com sede em Rio do Sul (SC), apostou, ao desenvolver soluções para identificar editais abertos, disputar lances, facilitar a comunicação entre comprador e fornecedor e preencher automaticamente informações nos portais de compras.

Em média, a empresa captura 60 mil novos editais por mês, que geram cerca de 3 milhões de oportunidades que são divulgadas para os clientes da plataforma – marcas como Johnson&Johnson e Cremer, além de diversas pequenas e médias empresas, que somam mais de mil clientes.  Em 2018, ano em que participou do programa de capacitação StartupSC, o crescimento foi de 180% e a expectativa é de ampliar este resultado em 2019.

“Com o processo de licitação digital fornecedores de todo os Brasil possuem as mesmas oportunidades para vender para o governo. Com a informatização pequenas, médias e multinacionais podem competir igualmente, o que aumenta o número de ofertas e diminui os gastos do estado com as compras públicas” explica Fernando Salla, CEO da Effecti, fundada em 2013 por ele e o sócio Everton Porath.

“O mercado é enorme e nosso objetivo é tornar a relação entre o estado e o fornecedor ainda mais transparente e fácil”, Fernando Salla, CEO da Effecti.

A empresa desenvolve quatro soluções que automatizam diferentes etapas do processo licitatório: Aviso de Licitações, na qual um robô identifica quando há oportunidades em editais abertos; Automação e Envio de Propostas, com o preenchimento automático das informações nos portais de compra; Disputa de Lances, em que o licitante pode definir os valores que está disposto a oferecer durante o pregão eletrônico; e Monitoramento do Chat do Pregoeiro, que facilita a comunicação entre comprador e fornecedor.