Sebrae/SC e Asaas lançam plataforma para gestão de pagamento para MEIs em SC

Voce está em :Home-Negócios-Sebrae/SC e Asaas lançam plataforma para gestão de pagamento para MEIs em SC

Sebrae/SC e Asaas lançam plataforma para gestão de pagamento para MEIs em SC

Parceria inédita permite que os 845 mil microempreendedores do estado aceitem cartão de crédito e emitam boletos via aplicativo de celular

Parceria inédita permite que os 845 mil microempreendedores do estado aceitem cartão de crédito e emitam boletos via aplicativo

FOTO: Piero Contezini, CEO e cofundador do Asaas

Os 845 mil microempreendedores individuais (MEIs) de Santa Catarina poderão, a partir de agora, utilizar uma plataforma de gestão de cobranças e pagamentos que possibilita o recebimento via boletos bancários e cartões de crédito por meio do celular nas transações comerciais. A novidade é resultado de parceria inédita no país entre o Sebrae/SC e a fintech Asaas, de Joinville (SC), que desenvolve um software que atende mais de 6 mil clientes em todo o Brasil.

Quem buscar os serviços do Sebrae/SC receberá uma conta digital na plataforma e poderá gerenciar pagamentos, recebimentos e emitir notas fiscais – a parceria prevê também uma redução de 20% no custo de emissão do boleto bancário. “Nosso aplicativo foi desenvolvido para que empreendedores simples e com baixa instrução sejam capazes de cobrar e administrar suas receitas com pouco trabalho e alta eficiência”, afirma Piero Contezini, CEO e cofundador da Asaas. O convênio foi estabelecido por meio de um edital vencido pela fintech, e tem duração de um ano, com possibilidade de renovação.

“Nosso aplicativo foi desenvolvido para que empreendedores simples e com baixa instrução sejam capazes de cobrar e administrar suas receitas com pouco trabalho e alta eficiência”

O Asaas, fundado em 2013, é uma das primeiras startups a desenvolver soluções financeiras em Santa Catarina. Diferente de outras fintechs que têm como público-alvo usuários avançados de sistemas bancários digitais, o foco da empresa joinvilense são os profissionais autônomos, MEIs, micro e pequenas empresas. Desde que foi criada, já recebeu mais de R$ 7 milhões em investimentos – o mais recente, do fundo Cventures Primus, foi de R$ 2,5 milhões. Só em 2017, os clientes ativos da plataforma transacionaram R$ 320 milhões, o que ajudou a startup a triplicar a receita naquele ano (R$ 6 milhões).  

“Com esta parceria, esperamos diminuir a mortalidade das empresas no estágio inicial, quando são mais frágeis. Já fomos beneficiados pelo programa Startup SC e agora queremos devolver isso para o Sebrae e a sociedade catarinense”, ressalta.