Movidesk, de Blumenau, recebe aporte da Abseed e RedPoint Ventures e espera triplicar faturamento

Voce está em :Home-Negócios-Movidesk, de Blumenau, recebe aporte da Abseed e RedPoint Ventures e espera triplicar faturamento

Movidesk, de Blumenau, recebe aporte da Abseed e RedPoint Ventures e espera triplicar faturamento

Startup que desenvolve software de atendimento tem receita anual de R$ 2 milhões – este é o segundo negócio em SC investido pela Abseed

Startup que desenvolve software de atendimento tem receita anual de R$ 2 milhões – este é o segundo negócio em SC investido pela Abseed

A Movidesk, startup de Blumenau que saltou de zero para mais de 800 clientes em dois anos de mercado, anuncia aporte recebido por dois fundos de capital de risco: a Abseed, que investe somente em negócios no modelo software como serviço (SaaS) para o mercado corporativo (B2B) e a RedPoint Ventures. O valor do investimento não foi divulgado pelos fundos.

Com uma plataforma de atendimento que integra múltiplos canais e gerencia toda a comunicação em um único lugar, resolvendo processos complexos de forma simples, a Movidesk atende empresas de diversos segmentos e tem como clientes grandes marcas como Hamburg Sud, Tirolez, Mormaii, ESPN, Unimed, entre outros. O sistema unifica todas as solicitações e demandas de diversos canais de comunicação em um só programa, desenvolve relatórios e avalia as performances dos profissionais.

LEIA TAMBÉM: A escalada da Movidesk, de Blumenau, que alcançou mais de 700 clientes em dois anos

Em dois anos, alcançou o faturamento anual de R$ 2 milhões e vem crescendo em média 15% ao mês. Com o investimento, a empresa pretende triplicar as receitas neste ano e repetir o ritmo de crescimento em 2019. Em julho deste ano, inaugurou uma nova sede no centro de Blumenau, com seis andares e área total de 650m2, e a infraestrutura clássica das startups: espaço de descanso, área de jogos e arquibancada para reuniões. Hoje são mais de 50 funcionários e há cerca de 30 vagas abertas.

Edson Maestri, COO da Movidesk, acredita que a entrada dos novos sócios é estratégia para alcançar esta ambiciosa meta de desenvolvimento “a Abseed entra com o modelo ‘mão na massa’ para revolucionar a máquina de vendas e o marketing e a A RedPoint surge com a visão de longo prazo buscando relacionamento e novas rodadas de investimentos”. Em recente entrevista ao SC Inova, Edson ressaltou que a empresa “quer criar uma raiz sólida no mercado brasileiro nos próximos dois anos, mas de 2020 em diante nosso objetivo é ir pra fora, queremos ser um player global”.

Os sócios atribuem o sucesso comercial da Movidesk à “aderência dos serviços que a plataforma oferece aos clientes. O software é muito bom para empresas B2B, o conjunto de funcionalidades é muito adequado e hoje a gente vem crescendo a uma faixa de 100 novos clientes por mês”, explica o COO.

LEIA TAMBÉM: Como o setor de tecnologia de SC ajudou a criar a Abseed, fundo de venture capital só para negócios SaaS

Acreditamos muito no potencial da Movidesk de liderar a revolução do atendimento corporativo no Brasil e ser um player muito relevante nesse espaço”, resume Geraldo Melzer, sócio fundador da Abseed. O fundo, que nasceu a partir da experiência de alguns sócios no desenvolvimento de empresas SaaS B2B (três dos quatro fundadores atuaram na Resultados Digitais entre 2014 e 2016), começou a atuar em 2017 e avaliou mais de 240 startups. Já investiu em quatro, a catarinense Meetime, as paulistas Aegro e GoCache e, agora, a Movidesk. A estimativa é que o fundo construa um portfólio de 16 investimentos nos próximos três anos, em um total de recursos entre R$ 35 milhões e R$ 40 milhões.